domingo, 24 de março de 2013

Ao Jovem



O novo mundo do jovem cristão






Há um grande abismo que separa o mundo do jovem de Deus do mundo do jovem sem Deus.

?Eles não são do mundo, como também eu não sou.? João 17.16

Ainda que o jovem de Deus viva no mesmo mundo físico que os demais, o seu mundo espiritual não se mistura com o daqueles.

O jovem de Deus tem uma vida secular normal, pois ele trabalha, vai à escola, toma ônibus, possui família como os demais jovens, porém está consciente de que não tem mais parte com este mundo, isso se ele realmente teve um encontro com o Senhor Jesus.

?E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura: as cousas antigas já passaram; eis que se fizeram novas.? (2 Coríntios 5.17)

Então, se ele está em Cristo é uma nova criatura, o que significa ?feito nova?, e não apenas melhorada.

Muitos estão totalmente enganados, quando pensam que já se converteram e tiveram um encontro com Jesus, baseando-se apenas em algumas mudanças e melhoras na sua vida e comportamento.

É como m carro, por exemplo. Você já deve ter notado que , ano após ano, as empresas automobilísticas costumam mudar a aparência de seus carros para incentivar novas vendas e fazer com que o modelo do ano anterior pareça velho.

Assim, eles pegam aquele modelo antigo e fazem umas pequenas mudanças, por exemplo: se o farol era quadrado, eles põem um redondo e mudam também o luar da antena. Se o pára-choques era liso, eles colocam um friso dourado, e assim por diante. O resultado final é que o carro parece mais atraente, diferente, renovado. Porém, se você olha por detrás aquele ?mudanças?, verá que é o mesmo carro do ano passado apenas numa versão melhorada!

Assim, existem muitos que apesar de dizerem que possuem Deus e que são cristãos, na verdade não o são. Porque ainda que apresentem algumas mudanças no comportamento e passem a cultivar melhores hábitos, contudo, no seu interior, permanecem a mesma velha criatura, apenas uma ?versão melhorada? do que costumavam ser.

Novo não significa melhorado, recauchutado ou reformado. Novo é novo, o velho já não existe.

Então, o novo mundo do jovem cristão nada tem a ver com o seu velho mundo; se tem, é porque este jovem nunca, de fato, nasceu de novo.

  
Postar um comentário